Economia

TAP suspende ligações a Bogotá, Cidade do Panamá e Manaus

TAP suspende ligações a Bogotá, Cidade do Panamá e Manaus

A TAP vai suspender as ligações para Bogotá, na Colômbia, Cidade do Panamá e Manaus, no Brasil, por se terem revelado operações deficitárias para a companhia aérea.

Fontes da transportadora portuguesa confirmaram à Lusa que a notícia avançada no domingo pelo portal Presstur, de que a rota Lisboa-Bogotá-Panamá-Lisboa será suspensa bem como a ligação a Manaus (Lisboa-Manaus-Belém-Lisboa), que contará com "ligações otimizadas" asseguradas pela companhia Azul, de David Neeleman, acionista da TAP.

A operação cancelada tinha sido lançada no verão de 2014, juntamente com mais nove destinos, num dos períodos mais difíceis da companhia, com muitos atrasos e cancelamentos que o presidente, Fernando Pinto, atribuiu a "dores de crescimento", associadas ao atraso no reforço da frota e na formação de pilotos.

Além da procura insuficiente para justificar a rota, a ligação a Bogotá implicava uma escala para abastecer na cidade do Panamá, o que tornava a operação ainda mais onerosa, explicou à Lusa fonte da transportadora nacional.

Já na rota Lisboa-Manaus-Belém-Lisboa, a TAP decidiu continuar a fazer ligação a Belém, suspendendo a paragem que fazia em Manaus, na Amazónia, ligação que será assegurada através de um acordo comercial com a Azul.

Na semana passada, David Neeleman prometeu para esta semana o anúncio de novos destinos da TAP, nomeadamente para os Estados Unidos da América.

Ainda assim, o presidente da TAP, Fernando Pinto, explicou que a estratégia da companhia passa "muito mais por aumentar o número de frequências [do que o número de destinos]".

"Precisamos cada vez mais de consolidar a nossa posição nos destinos fortes, porque assim o passageiro sabe que tem todos os dias aquele voo, a determinada hora", disse o gestor na conferência de imprensa em que foi anunciado que a Portugália (PGA), a transportadora regional do grupo TAP, vai passar a chamar-se TAP Express, e até julho vai ter a frota totalmente renovada com 17 aviões.

Além disso, a transportadora vai duplicar as ligações diárias entre o Porto e Lisboa, estando a estudar com a ANA -- Aeroportos de Portugal soluções para encurtar o tempo necessário para os procedimentos de embarque.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado