Youtube

Ciência explica por que gostamos de vídeos de gatinhos

Ciência explica por que gostamos de vídeos de gatinhos

Uma psicóloga da Universidade de Yale explica o que leva milhões de pessoas a ver e rever vídeos de gatinhos e outros animais pequenos e felpudos na internet.

Oriana Aragón, psicóloga e investigadora na área das emoções, revela que é uma questão de sobrevivência. "A nossa sobrevivência depende do facto de cuidarmos dos mais novos", disse à CNN. É por isso que os seres humanos são instintivamente atraídos por algo que se assemelhe a um bebé: olhos grandes, corpos pequenos, formas redondas. "Faz parte da espécie humana reagir a essas características".

Assim se explica por que um vídeo de um panda bebé a espirrar, um hamster a comer comida miniatura ou travessuras de gatinhos bebés causam tanta empatia no ser humano.

A investigadora da universidade norte-americana de Yale lembra que há vários estudos que demonstram que ver um animal pequeno causa um aumento de dopamina no nosso cérebro, o que nos faz sentir bem e querer repetir a sensação. Trata-se de um efeito semelhante ao que acontece quando comemos algo de que gostamos muito.

Recorde-se, por exemplo, um estudo japonês publicado no ano passado na revista "Science", que demonstrou que olhar para um cão aumenta o nível da oxitocina, também conhecida como a hormona do amor e essencial para a intimidade entre seres humanos.

Conteúdo Patrocinado