smartphones

Criada "app" que deteta emoções e sugere planos de lazer

Criada "app" que deteta emoções e sugere planos de lazer

A aplicação, que usa inteligência artificial, deteta emoções e sugere planos de lazer para melhorar o estado de espírito.

Quem nunca ouviu "hoje pareces triste" ou "estás com cara de quem ganhou alguma coisa"? E se lhe disséssemos que existe uma aplicação que não só lhe diz que emoções a sua cara transmite como também sugere um plano para melhorar (ainda mais) o seu dia?

A "Bismart Face and Emotion Recognition" é uma aplicação sabe ler o rosto e detetar se estamos tristes, contentes, com medo, entre tantas outras emoções, e em função do estado de espírito oferecem sugestões de lazer adequadas às necessidades de cada um. As sugestões podem ir de "Estás tão stressado/a, precisa de esquecer o mundo por uns momentos no mais relaxante SPA em Barcelona" a "Estás tão contente que podes divertir-te na vida noturna de Barcelona".

A aprendizagem automática é a base da aplicação, que identifica em tempo real as emoções através das expressões faciais. A "Bismart Face and Emotion Recognition" escaneia a face da pessoa e processa a imagem através de uns algoritmos de inteligência criados pela Bismart, a partir daí é só ajustar o plano de ócio.

"A partir de uma fotografia que o dispositivo fará em tempo real, a máquina realizará um reconhecimento facial e detetará as emoções e idade e oferecerá recomendações inteligentes para desfrutar da melhor experiência na cidade" explica o CEO da Bismart, Albert Isern.

Por isso, o objetivo é, segundo a empresa, utilizar os dados recolhidos e transformá-los em informação útil para as empresas do setor turístico. Ainda assim, acreditam que se pode aplicar a outras indústrias como a da moda, em que a aplicação pode ajudar o cliente a escolher o que levar numa loja de roupa.

A aplicação contará com uma assistente digital pessoal, o que permitirá que o usuário tenha uma interação mais natural com esta tecnologia de inteligência artificial.

A "app" vai ser apresentada no "Mobile World Congress", em Barcelona, na última semana de fevereiro.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado