Tecnologia

Facebook tem de deixar de seguir quem não é membro

Facebook tem de deixar de seguir quem não é membro

A Comissão de Proteção de Dados Francesa deu três meses ao Facebook para deixar de seguir os utilizadores que não são membros da rede social.

Segundo a entidade francesa, sempre que um utilizador espreita uma página aberta do Facebook, a rede social começa a seguir os seus passos, recorrendo a "cookies", o que lhes permite recolher informações sobre o comportamento dessa pessoa.

A Comissão de Proteção de Dados Francesa exige também ao Facebook a adoção de um sistema de password mais seguro, que pressuponha oito em vez de seis carateres, refere a BBC.

A multinacional norte-americana não parece preocupada com a advertência. A reação do Facebook foi pacífica. "Proteger a privacidade das pessoas que usam o Facebook está no centro de tudo o que fazemos. Estamos ansiosos para colaborar com as autoridades francesas e assim responder às suas preocupações". Caso o Facebook não cumpra no prazo estabelecido, pode ficar sujeito a uma multa, avança a agência Reuters.

O organismo francês voltou ainda à carga no que toca à transferência de dados pessoais dos utilizadores para os Estados Unidos, lembrando que o acordo Safe Harbor terminou em outubro de 2015. Por seu lado, o Facebook tem justificado que usa outros contratos legais para poder transferir dados dos utilizadores para os EUA.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado