Tecnologia

Google assume culpa em acidente com carro sem condutor

Google assume culpa em acidente com carro sem condutor

Um carro sem condutor da Google chocou com um autocarro, nos EUA. A empresa de tecnologia assumiu a culpa. Pela primeira vez.

O acidente entre o carro sem condutor da Google e um autocarro aconteceu a 14 de fevereiro, em Mountain View, mas só agora foi revelado.

Não foi o primeiro acidente com carros da Google, mas pela primeira vez a empresa assumiu as culpas.

"Claramente, alguma responsabilidade temos", admite a Google, num comunicado oficial. "Tratou-se um típico mal-entendido entre condutores", detalhou a tecnológica norte-americana.

A diferença, é que apesar de seguir um humano a bordo do carro, este confiou na máquina e não fez nada para evitar a colisão. Segundo explica a Google, o acidente aconteceu quando o carro tentou desviar-se de uns sacos de areia caídos na via.

O carro circulava, a cinco quilómetros hora, na faixa da direita. Ao detetar os sacos de areia, iniciou o desvio para a faixa do meio, no momento em que o autocarro mudava da faixa da esquerda para a central.

"Ao fazer o movimento para se desviar dos sacos, o carro detetou o autocarro, mas calculou que não causaria danos, visto que estava por trás. O condutor de testes, que seguia no veículo, também viu o autocarro pelo retrovisor, mas assumiu que o condutor do pesado abrandaria a marcha", explica a Google, evitando o acidente.

"Ambas as parte assumiram que o outro cederia espaço na mesma faixa", o que levou ao acidente, concluiu a Google, evidenciando um dos fatores mais complicados de um carro sem condutor: a negociação.

Desde que começaram os testes com carros sem condutor, em 2009, as viaturas da Google estiveram envolvidas em 341 incidentes, segundo informação oficial. Em 13 ocasiões, evitou-se o acidente, graças à intervenção do condutor de testes a bordo. Desta vez, o humano confiou na máquina e o acidente aconteceu.

No autocarro viajavam 15 pessoas e ninguém ficou ferido. O carro da Google ficou amolgado na lateral traseira.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado