carros

Google vai testar carros sem condutor

Google vai testar carros sem condutor

Dirigentes do Departamento de Veículos Automóveis do Estado norte-americano do Nevada disseram, na segunda-feira, que deram à Google a primeira licença para testar carros que se conduzem a si próprios na via pública.

Segundo a AP, a licença foi emitida depois de testes realizados em Las Vegas e Carson, os quais mostraram que o carro é tão seguro - ou talvez mais - do que um conduzido por uma pessoa.

A tecnologia que baseia o veículo que se dirige a si próprio funciona como um piloto automático para conduzir um carro, no caso um Toyota Prius modificado, com pouca ou nenhuma intervenção de um operador humano.

Um radar a laser montado no topo de carro e na grelha deteta peões, ciclistas e outros veículos, criando uma virtual zona tampão, de proteção, em torno dos obstáculos que o carro então evita.

Enquanto alguns já veem o carro robot a deixar o seu passageiro na entrada do centro comercial e ir estacionar sozinho, o diretor do Departamento de Veículos Automóveis, Bruce Breslow, diz que isso não será para já.

As regulações do Nevada exigem duas pessoas nos carros de teste. Uma pessoa atrás do volante e outra a monitorizar um ecrã de computador que mostra a rota traçada e controlar os acasos na estrada e os semáforos.

Se houver um problema, o condutor humano pode assumir o comando da viatura, carregando no travão e movimentando o volante.

Até agora, a Google pediu licenças para testar três veículos.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM