Justiça

17 detidos por taxa de álcool e furtos no Porto

17 detidos por taxa de álcool e furtos no Porto

O Comando Metropolitano da PSP/Porto anunciou hoje a detenção de 17 pessoas, a maioria por condução sob o efeito de álcool, e os restantes por crimes de roubo e furto, em operações realizadas no Grande Porto.

Em comunicado, a PSP refere a detenção, no Cais das Pedras, no Porto, de dois homens, de 18 e 27 anos, residentes em Vila Nova de Gaia, por crimes de roubo.

"No decurso de diligências policiais desenvolvidas na sequência da prática de um crime de roubo a um cidadão, concretizado com recurso a arma branca, na rua D. Manuel II, Porto, os suspeitos foram intercetados na posse de um IPOD que havia sido subtraído", esclarece a PSP.

Pelo mesmo tipo de crime foi detido na mesma cidade um jovem de 17 anos.

Segundo a PSP, "na sequência de informações difundidas pela central de comunicações desta polícia a dar conta da ocorrência de um roubo na rua do Bonjardim, Porto, o suspeito foi intercetado na posse da quantia monetária, que momentos antes, através de ameaça e coação física, havia subtraído à vítima".

No âmbito do combate ao furto em estabelecimento comercial foi detido na noite de segunda-feira também no Porto um homem de 33 anos.

O indivíduo foi detido na Rua de Sá da Bandeira no decorrer de um furto a um estabelecimento comercial na mesma rua.

"No local [os agentes policiais] procederam à interceção do suspeito quando se preparava para se colocar em fuga", afirma a PSP.

Contudo, a maioria das detenções (13) foram efetuadas no âmbito de mais uma operação policial desenvolvida nos principais eixos rodoviários das cidades do Porto e Matosinhos através do efetivo da Divisão de Trânsito e da Divisão Policial de Matosinhos, no período compreendido entre as 00:00 e as 09:00 de hoje.

Tendo como objetivo "a conjugação de uma vertente de prevenção e a dissuasão de comportamentos de risco", esta operação deu especial atenção à condução sob influência de álcool e em excesso de velocidade.

Dos 13 detidos, 11 conduziam sob o efeito de álcool e um sem habilitação legal para o efeito. Um outro acabou detido por desobediência à autoridade.

No total foram fiscalizados 992 condutores e respetivas viaturas, sendo que 507 condutores foram submetidos ao teste de álcool no sangue.

Foram controladas por radar (velocidade) 1.191 viaturas, das quais 142 encontravam-se a circular em excesso de velocidade.

Todos os detidos vão ser presentes junto das autoridades judiciárias.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado