Acusação

Contrataram hacker para violar contas bancárias

Contrataram hacker para violar contas bancárias

Um total de 24 indivíduos vão ser levados a tribunal, acusados dos crimes de associação criminosa, falsidade informática, burla informática, acesso ilegítimo, falsificação de documentos e branqueamento, num sistema criminoso que tinha por base a violação de contas bancárias. No núcleo do caso estava um hacker.

De acordo com a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, os crimes ocorreram, entre janeiro e novembro de 2015 e no centro da atividade criminosa estava um grupo de quatro indivíduos com contas numa determinada instituição bancária.

Com base nesse facto, os quatro arguidos conseguindo aceder a muitas outras contas bancárias de outros clientes do banco, contratando para tal um hacker, que através da pirataria informática conseguiu ter acesso aos elementos de segurança das contas bancárias.

As vítimas foram às dezenas, que se viram assim despojadas dos dinheiros das contas, que eram enviados para o Brasil, onde se encontrava o patamar de lavagem de dinheiro.

Os valores eram convertidos depois em dólares e a seguir entravam no circuito financeiro, para esconder a real proveniência criminosa.

No total, os prejuízos ultrapassaram os 266 mil euros, tendo sido recuperados cerca de 12 mil euros.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM