Decisão

Armas da PSP guardadas com videovigilância e dados biométricos

Armas da PSP guardadas com videovigilância e dados biométricos

O acesso ao armazém da PSP onde estão guardadas as pistolas Glock de reserva vai passar a estar vigiado por câmaras e a entrada só será possível após registo dos dados biométricos de quem entrar, segundo soube o JN.

A medida foi decidida recentemente pela Direção Nacional (DN) da PSP, na sequência do desaparecimento de 57 Glock, detetado em janeiro depois de uma das armas ter sido apreendida no Porto a um traficante de drogas.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM