Tempestade na Madeira

Temporal na Madeira já custou 133 milhões às seguradoras

Temporal na Madeira já custou 133 milhões às seguradoras

Os custos assumidos pelas seguradoras na sequência do temporal que afectou a Madeira em Fevereiro já atingiram os 133 milhões de euros.

Segundo a Associação Portuguesa de Seguradores (APS), o número de sinistros participados até ao momento é de 1.532 e as indemnizações "pagas e provisionadas" ascendem a 133 milhões de euros.

A APS havia inicialmente estimado em 60 milhões de euros os custos provocados pela tempestade, balanço que o presidente da associação, Pedro Seixas Vale, definiu a semana passada como provisório, até porque "existem outros sinistros já participados mas que, devido às suas características, ainda não foi possível fazer uma estimativa".

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM