Mirandela

Helicóptero do INEM atingido por repuxo de água aterra de emergência

Helicóptero do INEM atingido por repuxo de água aterra de emergência

O Helicóptero do INEM sediado em Macedo de Cavaleiros foi atingido pelo repuxo de água no rio Tua, em Mirandela, e teve de aterrar de emergência num campo de futebol.

O piloto sofreu várias escoriações no corpo, depois de ter sido atingido por estilhaços de vidro do helicóptero, na sequência do incidente provocado pelo repuxo de água, que funciona no espelho de água do rio Tua, em pleno centro de Mirandela.

O acidente aconteceu cerca das 20.20 horas deste sábado, pouco depois de o "heli" descolar da unidade hospitalar de Mirandela, onde deixou algum equipamento da ambulância de Suporte Imediato de Vida, utilizado numa operação de socorro a um acidente de viação, que causou quatro feridos, em Pádua de Freixo, no concelho de Mirandela.

Segundo relato de algumas testemunhas, o helicóptero tinha acabado de descolar, quando ao sobrevoar a cidade, foi atingido pela água do repuxo do espelho de água de Mirandela. "O helicóptero começou a andar em zigue-zague", revelou uma testemunha ocular.

Ao que apurou o JN, o piloto foi obrigado a efetuar uma aterragem de emergência no complexo desportivo da Reginorde, na cidade mirandelense, tendo sido acionados os bombeiros voluntários para prestar assistência ao piloto. "Sofreu diversas escoriações, mas nada de grave", revela o comandante dos bombeiros de Mirandela, Edgar Trigo.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM