Incêndios

Miranda do Corvo ativa Plano Municipal de Emergência

Miranda do Corvo ativa Plano Municipal de Emergência

A Câmara de Miranda do Corvo ativou o Plano Municipal de Emergência devido ao incêndio "de grandes dimensões" que lavra em Semide e que coloca "em risco" casas de cinco aldeias.

"O Plano Municipal de Emergência de Miranda do Corvo foi ativado às 18 horas, devido ao incêndio de grandes dimensões que lavra na Freguesia de Semide e que coloca em risco diversas habitações nas aldeias de Canas, Chãs, Vale de Colmeias, Cimo de Vila e Lata", indica a autarquia em comunicado.

Fonte da Câmara disse à Lusa que o incêndio começou no concelho de Coimbra, mas evoluiu rapidamente para Miranda do Corvo, tendo subido a encosta da Estrada da Beira.

Segundo a GNR, o fogo teve origem na freguesia de Torres do Mondego (concelho de Coimbra), estando cortada nos dois sentidos a Estrada Nacional 17 (Estrada da Beira), entre Ceira e São Frutuoso.

A página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), consultada cerca das 19.15 horas, indica que este fogo está a ser combatido por 211 operacionais, apoiados por 57 viaturas e três meios aéreos.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado