Porto

Novos parcómetros do Porto vigiam matrículas

Novos parcómetros do Porto vigiam matrículas

Em breve será praticamente impossível estacionar sem pagar numa zona de parcómetros no Porto sem sofrer as consequências dessa infração.

O consórcio EPorto (Empark, Resopre e Dornier), a quem a Câmara do Porto adjudicou o estacionamento pago nas ruas da cidade, está a instalar parcómetros inteligentes, em substituição das máquinas antigas, que obrigarão à introdução da matrícula do carro e permitirão "o pagamento através de telemóvel".

Fonte oficial da EPorto explica que o equipamento que agora está a ser retirado "tem mais de 20 anos" e está "obsoleto". A substituição "dos equipamentos atualmente existentes" por parcómetros "de última geração" permitirá à empresa "garantir um elevado nível de operacionalidade e implementar soluções" novas, como o pagamento por telemóvel.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado