Porto

Parcómetros deixam de exigir a matrícula

Parcómetros deixam de exigir a matrícula

A EPorto decidiu, a pedido da Câmara, começar a reprogramar o sistema dos parcómetros, para que deixe de ser obrigatório aos condutores inserir a matrícula nas máquinas de pagamento.

A medida surge depois da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) ter mandado suspender, no passado dia 11, a recolha e tratamento das matrículas nos novos parcómetros da cidade.

A concessionária vai agora "reconfigurar, a pedido expresso do presidente da Câmara [Rui Moreira], o sistema em funcionamento para que seja possível estacionar sem introduzir a matrícula", assegurou fonte próxima do processo.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado