Paralisação

Hospital de S. João recusa sangue há três dias por causa da greve

Hospital de S. João recusa sangue há três dias por causa da greve

Serviço está a mandar dadores embora por falta de enfermeiros. Em Gaia, médicos assumiram tarefas de grevistas com os doentes mais urgentes.

Há três dias que o serviço de sangue do Hospital de S. João, no Porto, está a mandar embora os dadores porque os enfermeiros que fazem as colheitas de sangue estão em greve. Em Gaia, aconteceu o mesmo na segunda e terça--feira. O protesto dos enfermeiros prejudicou o funcionamento do serviço de sangue do hospital de dia do Centro Hospitalar de Gaia/Espinho e obrigou os médicos a assumirem o atendimento dos doentes hipocoagulados mais urgentes.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado