Vila Real

Fogo em resolução em Sabrosa, A4 reabriu ao trânsito

Fogo em resolução em Sabrosa, A4 reabriu ao trânsito

O presidente da Câmara de Sabrosa disse que o perímetro do incêndio que deflagrou em Parada do Pinhão já está circunscrito e que o troço da Autoestrada 4 (A4) reabriu depois de ter estado fechado devido ao fogo.

"Está praticamente em fase de resolução. Ainda tem uma frente ativa, mas muito ténue", afirmou Domingos Carvas à agência Lusa.

Segundo autarca, o troço da A4, entre os nós de Lamares e de Parada do Pinhão, já reabriu ao trânsito.

O fogo deflagrou cerca das 13 horas de domingo, junto à Autoestrada 4 (A4), chegou a ser dado como dominado e reativou-se, depois, com muita intensidade e empurrado pelo vento forte e cruzado, e seguiu em direção a três aldeias: Vilarinho de Parada, Parada do Pinhão e Paredes.

A situação mais complicada viveu-se em Parada do Pinhão, onde três casas foram atingidas pelo fogo, bem como um armazém de lenha de uma panificadora, e de onde foram retiradas algumas pessoas das suas habitações.

Domingos Carvas disse que quatro idosos doentes e acamados vão ficar em lares da região e que nove pessoas vão pernoitar numa escola primária de uma aldeia vizinha, onde foram colocados colchões. Esta é, segundo o autarca, uma medida de precaução por causa do fumo intenso. De manhã, estas pessoas regressam às suas habitações.

O autarca disse que ainda não é possível fazer um balanço da área ardida, mas frisou que são "prejuízos avultados" porque "ardeu quase só pinheiro e já com alguns anos".

Segundo a página da Internet da ANPC, estão mobilizados para este incêndio cerca de 200 operacionais e 55 viaturas.

No distrito de Vila Real, um outro fogo causou preocupações em Chaves, estando a ser combatido por cerca de 120 operacionais e 30 viaturas.

Este incêndio deflagrou perto das 16.30 horas de domingo, na zona da aldeia de Vila Frade, na freguesia de Lama de Arcos, e chegou a queimar perto de aldeias.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado