País

Centro de saúde esteve quatro horas sem médicos

Centro de saúde esteve quatro horas sem médicos

A Urgência Básica do Centro de Saúde de Cinfães esteve, esta sexta-feira, quatro horas sem médicos ao serviço. A ausência de clínicos vigorou entre as 16 e as 18 horas.

A inusitada falta de clínicos foi denunciada, ao JN, por utentes que recorreram ao serviço. "Foi-nos dito que a médica que terminou o turno não teve quem a substituísse. Após esperar a doutora terá ligado para a Administração Regional de Saúde do Norte que lhe terá dado autorização para se ir embora. Ela assim fez. Foi-se embora", explicou ao JN, um dos utentes que juntou às queixas de saúde a indignação.

Ao inicio da noite, uma fonte do Centro de Saúde explicou ao JN que a situação ficou normalizada às 20h com a chegada de dois médicos.

O JN procurou junto do Agrupamentos de Centros de Saúde do Tâmega I Baixo Tâmega, perceber a razão da falta de médicos em Cinfães, mas os responsáveis estiveram incontactáveis.

O Hospital de referencia de Cinfães para situações agudas, é o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, com unidades em Penafiel e Amarante que distam cerca de 50 km em percurso muito sinuoso que levam uma hora a percorrer de carro. A urgência básica de Cinfães trata de patologias ligeiras.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado