Média

Dez anos depois, TVI volta ao "Big Brother"

Dez anos depois, TVI volta ao "Big Brother"

A TVI prepara o regresso ao modelo de programa "reality show", ao estilo "Big Brother", para a próxima época. As inscrições abriram anteontem e para surpresa do próprio director de Programas, em oito horas, registou-se uma enxurrada de candidaturas.

“É um fenómeno incrível”, comenta André Cerqueira. “Em apenas oito horas, houve milhares de inscrições”. Pode precisar um número? Após a insistência e a indicação que ia subindo de mil em mil, o responsável atirava: “Mais de cinco mil, posso dizer, o que só prova o interesse pelo programa”. O “Big Brother” estreou em Portugal em Setembro de 2000. Vai fazer dez anos.

O apelo à participação está exposto na página de abertura do site da TVI; o anúncio tem sido transmitido em antena e, depois, através da internet tem-se espalhado velozmente o “link” de acesso ao inquérito preliminar.

Mais esquivo, porém, se mostra André Cerqueira em relação ao modelo em si. ”Pode ser o ‘Big Brother’, mas não posso confirmar, prefiro falar lá para a frente”. Uma coisa é certa: “Vamos fazer um ‘reality show’, pode escrever”.

Da parte da Endemol também não se abre o jogo. A produção lembra que não é seu hábito falar dos projectos; “isso cabe às estações”. Segundo o JN apurou, a ideia que está em cima de mesa é fazer um derivado do “Big Brother”.

Fonte do meio da produção nacional, avança tratar-se de um formato francês. Ora, o programa da estação privada TF1 dentro destes moldes chama-se “Secret Story”, está no ar desde 2007, o que testemunha o seu êxito, e, por coincidência, arranca esta sexta-feira para a sua quarta temporada.

O investimento que requereria o formato original do “BB” terá levado a TVI a optar por um projecto menos ambicioso. A produção de 2000 terá custado 5 milhões de euros.

Há 10 anos, o “Big Brother” revolucionou a oferta televisiva. A par das críticas relacionadas com o “voyeurismo”, transformou anónimos em vedetas, de que é exemplo o Zé Maria. Para a TVI, na altura nas mãos de José Eduardo Moniz, a aposta converteu-se na galinha dos ovos de ouro.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado