Espanha

Madrid em festa celebra triunfo histórico da seleção de Espanha

Madrid em festa celebra triunfo histórico da seleção de Espanha

Centenas de milhares de pessoas participaram, esta segunda-feira, nas celebrações da vitória de Espanha no Euro2012 em futebol, com a seleção a ser acompanhada num percurso de várias horas ao longo do centro de Madrid.

Um banho de champanhe no palco instalado na Praça Cibeles marcou um dos pontos altos da jornada dos jogadores de regresso a Espanha, onde tiveram vários banhos de multidões e saudações oficiais e de muito público.

A Espanha sagrou-se bicampeã europeia no domingo, depois de golear a Itália por 4-0, em Kiev.

As fortes temperaturas não afastaram os adeptos de todas as idades, que muito cedo começaram a juntar-se na Praça Cibeles e que, com o apertar do calor, obrigaram a que camiões de bombeiros os regassem, pontualmente, com água fresca.

Finalmente, cerca das 21:20 (hora local, menos uma hora em Lisboa), o autocarro com a seleção entrou na praça, com os jogadores a trocarem entre si a taça europeia que erguiam no ar, perante aplausos, gritos e cânticos dos milhares ali reunidos.

"Campeões, campeões, campeões" e "sou espanhol, espanhol, espanhol", repetiram-se vezes sem conta, ao longo do percurso e depois já em Cibeles.

Depois de acompanharem a passagem do autocarro descapotável com a seleção, muitos espanhóis juntaram-se nas traseiras seguindo o veículo, em festa, até Cibeles.

A própria presidente do Governo regional, Esperanza Aguirre, com uma camisola da seleção espanhola, saiu à varanda para saudar os jogadores quando passaram na Gran Via, uma das principais estradas da cidade, hoje cortada para as celebrações.

Os jogadores espanhóis chegaram a Madrid cerca das 15:50, tendo depois viajado para um hotel da capital, onde descansaram alguns minutos antes de seguirem para o Palácio da Zarzuela, onde foram recebidos, 90 minutos depois, pelo rei Juan Carlos.

"Não é fácil falar a tricampeões. Deram-nos uma grande alegria a todos, a toda a Espanha. Os espanhóis estão orgulhosos. Vicente del Bosque fez um trabalho magnífico, soube aguentar muitas coisas. Esperamos continuar este caminho ", disse Juan Carlos, depois de saudar toda a equipa espanhola.

Juan Carlos e os membros da família real pousaram depois com a seleção e com a taça - com as quais as netas do rei pousaram depois por separado - tendo Iker Casillas, capitão da equipa espanhola, entregue uma camisola da seleção ao monarca.

Depois dos atos oficiais, os jogadores subiram a um autocarro descapotável que fez o percurso de várias ruas de Madrid, mostrando a taça europeia conquistada no domingo a dezenas de milhares de pessoas, que se concentraram ao longo de todo o caminho.

A viagem do autocarro obrigou ao corte de várias das principais estradas do centro da cidade, com um dispositivo policial de mais de 450 agentes destacado para o evento.

Enquanto o autocarro percorria a rua, dezenas de milhares de pessoas puderam acompanhar concertos de alguns dos nomes mais sonantes da música espanhola, incluindo David Bisbal, David Bustamante e Chenoa, entre outros.

As celebrações desta segunda-feira em Madrid seguiram-se à noite e madrugada de celebrações que se viveram tanto na capital como no resto do país, depois da final de domingo.

As autoridades referem que, no caso de Madrid, se registaram poucos incidentes, apesar de 114 pessoas necessitarem de assistência médica por vários casos de problemas, nenhum revestido de gravidade.

Em Badalona (Catalunha) registaram-se incidentes mais graves, com 14 contentores e cinco carros queimados próximo do local onde foi instalado o ecrã gigante para acompanhar o encontro de domingo.

Antes das celebrações oficiais, equipas de funcionários da autarquia e agentes policiais montaram o perímetro em torno à fonte da Praça da Cibeles, local que voltou a ser o palco do momento mais alto das comemorações.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM