Redes Sociais

A "nova" Chelsea Manning após sair em liberdade

A "nova" Chelsea Manning após sair em liberdade

Chelsea Manning divulgou a sua primeira fotografia de rosto, desde que foi libertada na quarta-feira, após sete anos detida por revelar informações sensíveis dos EUA à Wikileaks.

"Ok, aqui estou eu pessoal!", escreveu Chelsea Manning na primeira imagem de rosto divulgada na sua conta das redes sociais Twitter e Instagram, esta quinta-feira.

A fotografia mostra a jovem de 29 anos de cabelo curto, louro, batom vermelho nos lábios e uma camisola preta de decote acentuado.

A imagem surge depois de outras partilhadas já em liberdade, de uma fatia de piza e um brinde com champanhe. Em oito horas recebeu 61 mil gostos no Twitter.

Chelsea foi libertada na quarta-feira da prisão militar de Fort Leavenworth, no Kansas, depois de o ex-presidente Barack Obama lhe ter concedido perdão presidencial. Foi detida em 2010 e condenada a 35 anos em 2013.

A soldado transgénero - que nasceu Bradley Manning - acedeu à informação classificada quando estava destacada no Iraque como analista de informações do exército norte-americano. Mais tarde, justificou a decisão de enviar centenas de milhares de documentos classificados para a organização fundada por Julien Assange para suscitar um debate público sobre o papel militar e diplomático dos Estados Unidos.

Acabou por pedir desculpa por "prejudicar os EUA", afirmando ter acreditado erradamente que podia "mudar o mundo para melhor".

Manning, já em pleno processo judicial, afirmou que desde criança se sentia feminina e queria viver como mulher e com o nome Chelsea. O Pentágono autorizou a mudança de sexo em 2015.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM