Mundo

Acidentes famosos e mortais no esqui mundial

Acidentes famosos e mortais no esqui mundial

O acidente de Michael Schumacher, que sofreu um traumatismo craniano ao esquiar fora de pista, nos Alpes franceses, traz à memória outras quedas de figuras públicas mundiais na prática daquele desporto de inverno, que já matou dois príncipes e deixou uma princesa de muletas.

12 agosto de 2013: o príncipe Friso D' Orange-Nassau, irmão mais novo do rei dos Países Baixos, Willem-Alexander, morreu em Haia, aos 44 anos, 18 meses após um acidente de esqui que o deixou em coma. Esquiador experiente, Johan Friso foi apanhado numa avalancha quando seguia fora de pista com um amigo, em Lech, no Oeste da Áustria.

19 de março de 2009: a atriz britânica Natasha Richardson morreu em Nova Iorque, dois dias após um acidente de esqui na estância de Mont Tremblant, no Canadá. Filha da atriz britânica Vanessa Redgrave e casada com o actor irlandês Liam Neeson, sofreu um choque na cabeça, que viria a revelar-se fatal.

9 de janeiro de 2006: o chefe cozinheiro Marc Veyrat fraturou a tíbia e o perónio da perna esquerda e feriu-se na omoplata ao perseguir a filha por uma pista de esqui, em Megège (Alta-Saboia). Passou 14 meses numa cadeira de rodas e sem poder cozinhar.

12 de fevereiro de 2001: a princesa Carolina do Mónaco fez uma rotura do ligamento cruzado do joelho na sequência de uma queda de esqui na estância de Zuers (Alpes austríacos). Evacuada de helicóptero, foi operada na localidade vizinha de Schruns, que viria deixar já de muletas.

5 de janeiro de 1998: Sonny Bono, que formava o duo "Sony e Cher" com a cantora Cher, morreu ao embater contra uma árvore, na estância de esqui de Heavenly Valley, no Lago Tahoe, na Califórnia.

31 de dezembro de 1997: Michael Kennedy, sexto dos 12 filhos de Robert Kennedy, o candidato à presidência dos EUA assassinado em 1968, morreu numa descida de esqui em Aspen, ao embater numa árvore.

30 de janeiro de 1989: o príncipe Alfonso de Bourbon Dampierre, duque de Cádis e pretendente ao trono de França, morreu, aos 52 anos, num acidente de esqui em Beaver Creek, no Colorado, EUA. Esquiador de excelência, repetiu a descida do mundial de esqui que estava fechada ao público e ficou gravemente ferido no pescoço ao embater no cabo da bandeira de chegada da pista, que na ocasião estava para baixo.

Conteúdo Patrocinado