Afeganistão

Atentado à bomba faz pelo menos cinco mortos em mesquita de Cabul

Atentado à bomba faz pelo menos cinco mortos em mesquita de Cabul

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito ficaram feridas num atentado-suicida esta quinta-feira perpetrado numa mesquita xiita em Cabul, entretanto reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, anunciaram as autoridades.

Um bombista fez-se explodir pelas 20:55 locais (17:25 de Lisboa), hora de oração, num dia de especial afluência durante a celebração islâmica do Ramadão, na cozinha da mesquita xiita de Al-Zahra, no oeste da capital afegã, após uma breve troca de tiros com a polícia que guardava o local, disse à agência espanhola Efe o porta-voz da polícia de Cabul, Basir Mujahid.

As forças de segurança tinham bloqueado a passagem a dois atacantes que queriam entrar na mesquita para detonar os seus explosivos entre os fiéis, o que provocou um confronto e os levou a refugiar-se na cozinha, precisou a mesma fonte.

"Em 15 minutos, um atacante foi abatido pela polícia e o segundo fez-se explodir na cozinha", explicou Mujahid.

Além dos bombistas suicidas, pelo menos dois civis e um polícia morreram no ataque, em que também ficaram feridas oito pessoas, metade agentes policiais e os restantes, fiéis.

O atentado ocorreu no vigésimo dia do Ramadão, durante o qual sunitas e xiitas acorrem em grande número às mesquitas e templos.

Este ataque, o último de uma série perpetrada na capital afegã durante o mês do Ramadão, foi reivindicado pelos 'jihadistas' do EI, que têm tomado como alvo frequente bairros da minoria xiita.

Por seu lado, os talibãs, rivais do EI, condenaram o atentado, por meio de uma mensagem do seu porta-voz, Zabihullah Mujahid, na respetiva conta da rede social Twitter, afirmando que "nunca atacam lugares de culto".

No ano passado, uma vaga de atentados contra os xiitas afegãos foi reivindicada pelo EI, que os considera apóstatas.

O ataque de hoje ocorreu quando os fiéis se preparavam para uma assembleia que deveria durar toda a noite, para celebrar a Laylat al-Qadr (Noite do Destino), que tem um significado especial para os xiitas.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM