Mundo

Três turistas feridos num ataque em hotel egípcio

Três turistas feridos num ataque em hotel egípcio

Três turistas europeus - dois austríacos e um sueco - ficaram feridos, esta quinta-feira, num ataque contra um hotel em Hurgada, anunciou a polícia egípcia, que matou um atacante e feriu um segundo.

Antes, uma fonte da segurança, citada pela agência noticiosa espanhola EFE, tinha afirmado que duas turistas - uma dinamarquesa e uma alemã - tinham ficado feridas no ataque.

A EFE citou o ministro do Turismo egípcio, Hisham Zazu, ao afirmar que o ataque tinha sido uma tentativa de roubo e que as forças de segurança egípcias mataram os três atacantes, que só usaram armas brancas.

Esta noite, os atacantes, armados com facas, tentaram entrar no hotel Bella Vista, passando pelo restaurante do estabelecimento com entrada pela rua, afirmou o ministério do Interior egípcio em comunicado.

Um dos dois atacantes, um estudante de cerca de 20 anos, foi abatido pelas forças de segurança, enquanto o segundo ficou "gravemente ferido", acrescentou o ministério

Os ataques terroristas aumentaram no Egito desde o golpe militar de julho de 2013, que afastou do poder o presidente islamita eleito Mohamed Mursi, e têm normalmente como alvo as forças de segurança.

No ano passado verificou-se apenas um único atentado contra um alvo turístico, em junho passado, no templo faraónico de Karnak, na cidade de Luxor, no qual morreram dois alegados terroristas.

No mesmo mês, dois agentes da polícia de turismo e antiguidades, de serviço num posto de segurança perto da zona arqueológica das pirâmides de Gizé, morreram durante um tiroteio com atacantes desconhecidos.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado