Novo Governo

Atividades da Rússia "colidem com interesses dos EUA"

Atividades da Rússia "colidem com interesses dos EUA"

Rex Tillerson, o secretário de Estado norte-americano nomeado por Donald Trump, reconheceu esta quarta-feira perante o Senado em Washington que as "atividades recentes" da Rússia contrariam os interesses dos Estados Unidos.

"Apesar de a Rússia procurar respeito e relevância na cena internacional, as suas atividades recentes colidiram com os interesses americanos", declarou Tillerson no decurso da sua audiência de confirmação no cargo de chefe da diplomacia, perante a comissão de Negócios Estrangeiros do Senado.

Na sua intervenção, o futuro chefe da diplomacia de Washington também assegurou que vai "reivindicar" a liderança norte-americana à escala global, e considerou que os "aliados da NATO" têm razões "para se alarmar" com a Rússia.

O antigo patrão do gigante petrolífero Exxon Mobil é considerado próximo do Presidente russo Vladimir Putin, enquanto o Presidente eleito dos EUA, Donald Trump, tem vindo a propor uma reaproximação a Moscovo.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado