Mundo

Ativista pró-armas ferida a tiro pelo filho de quatro anos

Ativista pró-armas ferida a tiro pelo filho de quatro anos

Uma conhecida ativista norte-americana pró-armas foi ferida a tiro pelo filho de apenas quatro anos, num contexto que as autoridades classificam como um acidente.

Jamie Gilt, de 31 anos, da Florida, foi ferida a tiro por uma pistola de calibre .45, empunhada pelo filho de quatro anos, quando conduzia uma viatura de que é proprietária, segundo noticiou o "Daily News".

A arma, carregada, estava dentro do veículo, que ficou parado na estrada, depois de Jamie ser atingida nas costas pelo filho, que estava no banco de trás do carro.

Foi ali que a polícia foi encontrar a criança e a mãe, que apresentava um ferimento a tiro nas costas, pelo disparo da arma de calibre.45. Jamie está consciente e encontra-se a recuperar.

Jamie Gilt mantém uma página no Facebook,"Jamie Gilt for Gun Sense," , onde faz o apanágio das armas de fogo. O "Daily News" mostra ainda uma foto de pistola .45 retirada do Twitter, com base num post de Jamie, que será a arma que o filho terá disparado.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado