Mundo

Avião aterra com buraco na fuselagem

Avião aterra com buraco na fuselagem

Um Airbus A321 da Dallo Airlines, que esta terça-feira fazia a ligação entre em Mogadíscio, na Somália, e a República do Djibouti, sofreu uma explosão em voo, que abriu um buraco pouco mais pequeno que uma porta da aeronave.

A explosão ocorreu cerca de quinze minutos depois de o avião ter levantado voo e terá tido origem em material explosivo, revelaram testes feitos por investigadores que analisam o incidente, adianta a CNN.

Oficialmente, o incidente com o avião onde seguiam 74 passageiros e sete tripulantes ainda não tem explicação, mas nos meios ligados à aviação há quem levante a suspeita de que se terá tratado de um problema com uma garrafa de oxigénio.

Apesar dos danos no aparelho, o piloto conseguiu aterrar em segurança, sendo que apenas duas pessoas ficaram feridas. A imprensa local cita testemunhas para afirmar que um corpo caiu do avião, mas a informação não foi confirmada por nenhuma fonte oficial.

Um representante da Somália nas Nações Unidas seguia a bordo do aparelho e descreveu aos jornalistas que os passageiros ouviram um "barulho muito forte" e que, durante alguns segundos, não se conseguia ver nada.

"Quando a visibilidade regressou, percebemos que faltava uma parte do avião", revelou Awale Kullane.

O grupo terrorista Al-Shabaab tem sido responsável por atos de terrorismo na região, mas ainda não se pronunciou sobre o caso.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado