Automóveis

Bebé morre esquecido pelo pai no carro

Bebé morre esquecido pelo pai no carro

Um menino de dois anos morreu depois de passar oito horas fechado no carro do pai, em Piacenza, Itália. Segundo a imprensa italiana, o pai ter-se-á esquecido do filho dentro do carro, onde as temperaturas chegaram aos 60 graus.

Os pais de Luca Albanese estão internados, depois de terem entrado em estado de choque com a notícia da morte do filho.

O bebé permaneceu cerca de oito horas fechado no carro do pai, onde as temperaturas chegaram aos 60 graus, avança o jornal italiano "Corriere della Sera", citando fontes policiais.

Quando o bebé foi resgatado, às 17 horas (16 horas em Portugal continental), os médicos registaram uma temperatura corporal de 40 graus. Segundo as primeiras investigações, Luca Albanese terá falecido pelas 12 horas locais por asfixia, "depois de passar quatro horas no interior do carro.

O pai, Andrea Albanese, de 39 anos, saiu de casa de manhã e meteu o filho no carro para levá-lo ao infantário, situado perto do seu local de trabalho. Mas acabou por ir trabalhar, esquecendo-se do bebé no interior do veículo.

Quando o avô paterno foi ao infantário buscar o neto, foi de imediato dado o alerta.

O pai poderá ser acusado de homicídio involuntário e negligência infantil. Nenhum dos progenitores foi ainda interrogado pela polícia, por se encontrarem em estado de choque.

Também nesta quarta-feira, em Valongo, Avis, um bebé de 13 meses ficou esquecido durante três horas na carrinha escolar da autarquia. O bebé foi encontrado por uma mulher que o ouviu chorar.

A criança estava bem, apesar das temperaturas rondarem os 30 graus no exterior. A carrinha estava estacionada à sombra e com as janelas abertas.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM