Mundo

Família salva bebé antes de morrer afogada num carro

Família salva bebé antes de morrer afogada num carro

Uma bebé de quatro meses sobreviveu ao ser atirada pela janela de um carro que se afundava, na Irlanda. Cinco pessoas, todas da mesma família, morreram afogadas.

Há dois heróis, pelo menos, nesta história. Um futebolista, de 29 anos, identificado como Davitt Walsh, que se atirou às águas geladas para resgatar uma bebé de quatro meses, no estuário de Lough Swilly, em Buncrana, na Irlanda.

Outros heróis da história não viveram para contá-la. Segundo populares citados pela imprensa britânica, a bebé de quatro meses foi atirada pela janela do carro quando este se afundava. Uma das cinco pessoas que morreram no acidente é a protagonista deste ato heróico de desespero.

Ao lançar a bebé pela janela do carro, a pessoa ou as pessoas que o fizeram, contribuiu para a sobrevivência de Rionaghac-Ann, de quatro meses. Foi resgatada por um futebolista que estava no local. Estão ambos hospitalizados. Davitt Walsh sofreu ferimentos nos pés e ficou em hipotermia.

A mãe da criança estaria para fora durante o fim de semana, em Liverpool, Reino Unido, quando ocorreu o acidente.

"Perdi tudo, exceto Rionaghac-Ann. Ela é a minha razão para continuar". A frase, tirada das páginas do tabloide britânico "Daily Mail" terá sido dita a um padre por Louise James, de 35 anos, que perdeu a mãe, uma irmã adolescente, o marido e dois filhos menores no acidente.

As vítimas foram identificadas como Sean McGrotty, 46 anos, companheiro e pai dos filhos de Louise James, a pequena Rionaghac-Ann, de quatro meses, que sobreviveu, e os rapazes Mark, 12 anos, e Evan, 8. As outras vítimas mortais são Ruth Daniels, 57 anos, mãe de Louise, e uma irmã adolescente, Jodie-Lee, de 15 anos.

"Sou padre há 43 anos e nunca vivi nada assim. Isto é a pior coisa que já me aconteceu", desabafou o padre Paddy O' Kane, que passou a manhã desta segunda-feira a confortar a família. "Isto está para lá da minha imaginação mais delirante", acrescentou.

O acidente, domingo ao fim do dia, aconteceu quando o Audi Q7 de Sean McGrotty "deslizou nas algas" e caiu às águas. Segundo testemunhos, estaria a tentar fazer inversão de marcha para deixar o local.

Algumas testemunhas ouviram a família a gritar por socorro e dizem que duas das vítimas ainda conseguiram partir os vidros. Atiraram a bebé para fora e tentaram nadar para terra, mas sucumbiram às águas geladas do estuário de Lough Swilly, em Buncrana, na Irlanda.

A polícia está a tratar o caso como "um trágico acidente". As vítimas, originárias da zona de Galliagh, no condado de Derry, tinham atravessado para a Irlanda, domingo, para aproveitarem o bom tempo no local.

Conteúdo Patrocinado