Bélgica

Bélgica baixa para três o nível de alerta antiterrorista

Bélgica baixa para três o nível de alerta antiterrorista

O ministro do Interior belga, Jan Jambon, anunciou esta quinta-feira que o seu governo decidiu baixar em um grau o nível de alerta antiterrorista, que estava no patamar máximo, porque "não há ameaças iminentes" de ataques.

Jan Jambon explicou, em declarações ao canal RTL, que o Conselho de Segurança Nacional se tinha reunido esta tarde e o Órgão de Coordenação para a Análise de Ameaças (OCAM) tinha "decidido a reduzir o nível de ameaça para três", numa escala de quatro.

O nível três, que corresponde a uma ameaça "possível e provável", continua a ter uma série de implicações sobre a mobilização e a vigilância das forças de ordem.

O OCAM tinha aumentado o nível de alerta para quatro em todo o país, correspondente a uma ameaça de "grave e iminente", uma hora após o duplo atentado, na terça-feira, em Bruxelas, que fez, pelo menos, 31 mortos e 300 feridos.

A cidade de Bruxelas já tinha aumentado o nível de ameaça terrorista para quatro no passado dia 21 de novembro, na sequência dos ataques em Paris.

Depois, o nível diminuiu para três, mas as autoridades decidiram manter em alerta centenas de militares para monitorizar os edifícios sensíveis em todo o território

Conteúdo Patrocinado