Comissão Europeia

Bruxelas dá mais 10 milhões de euros para ajudar Filipinas

Bruxelas dá mais 10 milhões de euros para ajudar Filipinas

A Comissão Europeia disponibilizou, esta terça-feira, uma nova verba de dez milhões de euros para ajudar à recuperação das regiões das Filipinas afetadas pelo tufão Haiyan, que terá matado pelo menos dez mil pessoas.

"Para além da ajuda humanitária, a UE está já a enviar recursos para a reabilitação e reconstrução possíveis", disse o comissário europeu para o Desenvolvimento, Andris Pielbags, que viajou para as Filipinas.

A intenção de Bruxelas é que não haja uma interrupção entre a ajuda de emergência - que foi já acionada - e a de longo prazo.

Os fundos do Desenvolvimento irão ser usados para a reabilitação dos serviços de água e saneamento, a reparação de centrais energéticas, apoio médico, construção de abrigos e reparação de infraestruturas, de modo a torná-las mais resistentes.

A ONU estimou, na segunda-feira, que mais de 10 mil pessoas terão morrido nas Filipinas na sequência da passagem do violento tufão Haiyan, que desalojou ainda 660 mil pessoas.

O tufão devastou a zona central do arquipélago das Filipinas na sexta-feira, com ventos de mais de 250 quilómetros por hora e ondas de mais de cinco metros de altura.

A Comissão Europeia acionou, na segunda-feira, o mecanismo europeu de proteção civil e atribuiu, no domingo, uma primeira verba de três milhões de euros para ajuda humanitária de emergência.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM