Mundo

Com 60 anos, vai nadar mais de 40 mil quilómetros

Com 60 anos, vai nadar mais de 40 mil quilómetros

Martin Strel, de 60 anos, tem um objetivo: nadar mais de 40 mil quilómetros pelo mundo fora para alertar as pessoas da poluição dos mares. A grande viagem vai começar em março do próximo ano.

Nasceu numa pequena cidade da Eslovénia e passou toda a sua infância a nadar. Quando já estava na universidade, Strel tornou esse passatempo em algo mais profissional. Agora, residente em Phoenix, Arizona, nos EUA, nada uma distância de cerca de 3.5 quilómetros - o equivalente à distância entre a Estátua da Liberdade e a marina perto do World Trade Center, percurso que fez na apresentação do projeto -, em menos de uma hora, e acaba a dizer "não é grande coisa".

A 22 de março de 2016, Strel planeia começar a sua mais recente aventura. Depois de já ter nadado em alguns dos rios mais poluídos do mundo, como o Yangtze, na China, e o Danúbio, na Europa, quer percorrer 40.074 quilómetros, passando por 107 países, em 450 dias.

Para alcançar o objetivo, Strel irá nadar entre cinco e 12 horas por dia e terá um barco de apoio para possíveis pausas e emergências.

O nadador quer, com esta maratona, alertar os mais jovens para a qualidade da água que bebemos. Convida todos os interessados na questão a participar consigo nesta aventura, lembrando que "todos gostaríamos de nadar em água limpa".

Os animais com que se poderá confrontar não o assustam. "Se for mordido por um peixe mais pequeno não há problema", acrescenta. Martin Strel acredita que já criou uma "boa relação com os animais" e que até há alguns que são amigáveis, como o golfinho e o tubarão branco.

Considera-se bom de saúde e "pronto para nadar", relembrando que "água limpa é muito importante hoje em dia".

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM