Mundo

Curso intensivo para aspirantes a prostitutas

Curso intensivo para aspirantes a prostitutas

O desemprego está a levar um número cada vez maior de espanholas a dedicar-se à prostituição. Perante este facto, a associação de trabalhadoras sexuais Aprosex decidiu oferecer às interessadas um curso intensivo de "profissionalização", no próximo sábado, em Barcelona, para ajudá-las a superar as dificuldades iniciais.

Conxa Borrell, presidente da Aprosex, confirmou ao diário espanhol "El Periodico" o aumento do número de mulheres que, nos últimos anos, tem optado pela prostituição. Segundo revelou, são na maioria mulheres jovens, entre os 18 e os 23 anos, que ainda estudam e precisam de pagar as despesas na universidade ou acabaram o curso e não encontram saída profissional. Também há um número elevado de mulheres com mais de 50 anos, que estão desempregadas e não conseguem obter trabalho.

Também o gestor do "site" de acompanhantes "PhotoEscorts" revelou ao "El Periodico" que o número de estudantes universitárias que se dedicam à prostituição através de "sites" como o que dirige aumentou exponencialmente nos últimos anos. "São raparigas que cresceram nas redes sociais, atrevem-se mais e, sempre que podem, conseguem ganhar entre 400 a 500 euros por hora durante os períodos de feiras e congressos", salientou.

Ao ser confrontada com o aumento do número de mulheres que, por razões económicas, são levadas ao mundo da prostituição, Conxa Borrell entendeu ser útil oferecer uma série de orientações para as "novatas". E assim decidiu criar o curso intensivo "Prostituição: noções básicas para a profissionalização", com o apoio de uma psicóloga clínica.

"Ser prostituta não é algo vocacional. Contudo, quando se toma essa decisão, é necessário saber umas quantas coisas para que não se sintam perdidas, como aconteceu comigo no início", explicou Conxa Borrell.

Durante a formação, as alunas irão refletir sobre a necessidade de tratarem bem os clientes e não mentirem nos anúncios sobre as suas características físicas, entre muitos outros assuntos relacionados com saúde, sexualidade e finanças.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado