Mundo

Estado Islâmico reivindica atentado suicida a sul de Bagdade

Estado Islâmico reivindica atentado suicida a sul de Bagdade

O grupo radical Estado Islâmico reivindicou o atentado suicida que causou este domingo pelo menos 47 mortos a sul de Bagdade, no Iraque.

Num comunicado divulgado nas redes sociais, o Estado Islâmico (EI) afirma que um suicida, identificado como Abu Islam al-Ansari, fez explodir um camião armadilhado junto a um controlo rodoviário nos arredores da cidade de Hilla.

"Os 'Rafida' (designação pejorativa dos muçulmanos xiitas) devem compreender que a batalha apenas começou e que o pior está para vir", refere o comunicado.

Organização extremista sunita, o EI tem realizado numerosos atentados contra os xiitas que considera hereges.

O atentado, que matou 47 pessoas e feriu pelo menos 72 outras, é o mais mortífero desde o início do ano no Iraque, dos que recorreram a uma viatura armadilhada.

Conteúdo Patrocinado