EUA

Grupo católico contra colocação de monumento satânico em parque de veteranos

Grupo católico contra colocação de monumento satânico em parque de veteranos

Um grupo religioso levou a cabo uma manifestação no sábado, em Belle Plaine, Minnesota. Em causa está a instalação de um monumento satânico no Parque Memorial de Veteranos da cidade.

Um cubo inscrito com pentagramas invertidos e com um capacete de um soldado virado ao contrário, é assim o monumento satânico que está a causar controvérsia na cidade de Belle Plaine,

Mais de 150 pessoas ligadas à organização católica sem fins lucrativos "America Needs Fatima" marcaram a presença numa manifestação no sábado, onde entoaram cânticos e rezaram. "As pessoas estão algo surpreendidas por se pôr um monumento público para Satanás num parque de veteranos [de guerra]", explicou Robert Ritchie, diretor do grupo, citado pelo jornal local "Star Tribune". "O diabo é assustador para as pessoas".

A manifestação de sábado é o mais recente acontecimento numa sucessão de controvérsias relacionadas com um monumento do parque intitulado "Joe" - uma estátua de aço que mostra a silhueta de um soldado a ajoelhar-se em frente a um crucifixo.

Em janeiro, a cidade removeu "Joe" do parque, após um grupo afirmar que violava a separação constitucionalmente prevista da Igreja e do Estado. Muitos residentes insurgiram-se contra a decisão. Durante semanas, os manifestantes acamparam no parque. Em abril, a cidade devolveu a estátua ao local. Mas "Joe" voltou a ser retirado: na sexta-feira, na véspera da manifestação, um familiar do autor do monumento retirou-o.

Recentemente, numa tentativa de resolução do problema, a cidade definiu uma zona de "liberdade de expressão" no parque, aberta a memoriais e estátuas temporárias, que prestassem homenagem a veteranos. Foi então que o grupo "The Satanic Temple of Salem, Mass." decidiu avançar com uma proposta.

Os fundadores do grupo afirmam que, na verdade, não prestam adoração a Satanás, mas que lutam antes por um tratamento igual para ateístas e outros não-crentes.

A instalação do monumento satânico foi aprovada pelo Conselho Municipal, mas a situação poderá a vir ser revertida. "Eles estão a protestar contra algo que talvez fique ou talvez não fique. Neste momento, é tudo especulação", afirmou Ben Stier, membro do Conselho Municipal de Belle Plaine.

Isto porque o Conselho Municipal poderá vir a revogar a criação da zona de "liberdade de expressão". Se assim for, nem "Joe" nem a estátua satânica poderão ser colocadas no local.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM