Mundo

Importante dirigente do Estado Islâmico atingido em ataque da coligação

Importante dirigente do Estado Islâmico atingido em ataque da coligação

O dirigente do grupo extremista Estado Islâmico Omar al-Shishani, conhecido como "Omar, o checheno", foi atingido num ataque aéreo da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos

"Omar al-Shishani foi atingido" num bombardeamento na Síria, revelou um responsável norte-americano que não precisou se o jiadista morreu no ataque ou exatamente onde este ocorreu.

O êxito das operações de eliminação de jiadistas é, por vezes, difícil de avaliar com rigor pelos serviços secretos norte-americanos, devido à ausência de forças norte-americanas no terreno.

"Omar, o checheno", conhecido pela espessa barba ruiva, é considerado um dos mais altos responsáveis militares, se não mesmo o mais importante, do grupo jiadista Estado Islâmico (EI).

O Governo dos Estados Unidos oferecia uma recompensa de cinco milhões de dólares (4,5 milhões de euros) por informações fidedignas sobre o seu paradeiro.

A coligação intensificou desde o passado outono os seus esforços para eliminar dirigentes do grupo extremista EI e desorganizar os jiadistas.

Conteúdo Patrocinado