Mundo

Kadafi pode ter deixado a Líbia, admitiu ministro britânico

Kadafi pode ter deixado a Líbia, admitiu ministro britânico

O líder líbio Muammar Kadafi poderá ter deixado a Líbia e estará a caminho de Caracas, Venezuela, admitiu esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, William Hague. O próprio ministro britânico admitiu não ter qualquer confirmação da viagem, à margem da reunião de ministros da União Europeia, em Bruxelas.

"Perguntou-me se o coronel Kadhafi está na Venezuela, eu não tenho informações que me permitam dizer se ele está", mas "vi informações que sugerem que ele está a caminho" deste país, declarou o ministro britânico, em declarações aos jornalistas, à margem de um encontro em Bruxelas com os seus homólogos europeus.

William Hague não adiantou pormenores sobre a origem destas informações.

Por sua vez, um porta-voz da chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, indicou "não ter informações" sobre este assunto. O mesmo responsável adiantou que, nesta fase, estas informações são "rumores infundados".

A cadeia de televisão árabe al Jazeera está a citar, entretanto, uma fonte do Governo venezuelano que negou, em declarações à agência Reuters, que o líder líbio esteja a caminho da Venezuela.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado