Mundo

Morreu o piloto de um dos helicópteros que caíram no combate às chamas

Morreu o piloto de um dos helicópteros que caíram no combate às chamas

Morreu o piloto de um dois helicópteros envolvidos em acidentes durante o combate às chamas em Valência, em Espanha. As chamas na região estão finalmente controladas.

As causas dos dois acidentes são para já desconhecidas. O primeiro ocorreu numa albufeira de Forata, em Valência, esta segunda-feira. O óbito do ocupante foi confirmado uma hora após o sinistro.

Meia hora após este acidente, registouse outra queda de um helicóptero, na mesma zona, na Serra Martés, este sem vítimas mortais a registar. O piloto e o co-piloto estavam conscientes quando foram resgatados, sendo depois transferidos para o hospital.

Quase dois mil bombeiros combatem, ainda, as chamas em Cortes de Pallás e Andilla, na província de Valencia, Espanha.

Um incêndio que, em cinco dias, destruiu uma área igual à ardida até 31 de Maio. A estimativa é do Ministério da Agricultura espanhol, que espera ter a certeza do número de hectares ardidos após o incêndio estar completamente extinto.

A meteorologia tem sido a "mais adversa que se pode conceber, com um grau de humidade baixíssimo e com velocidades de vento que têm atingido os 70 quilómetros por hora, explicou o ministro da Agricultura, Miguel Arias Cañete.

Mas após quatro dias de pesadelo, os habitantes conseguiram ver outra vez o céu e as famílias retiradas das zonas afetadas começaram a regressar a casa.

Conteúdo Patrocinado