Mundo

Mulher sobrevive a queda do 23.º andar

Mulher sobrevive a queda do 23.º andar

Uma mulher sobreviveu à queda do 23.º andar de um hotel, em Buenos Aires, na Argentina, ao cair em cima do tejadilho de um táxi. Aparentemente, foi tentativa de suicídio.

A mulher de 30 anos destruiu o tejadilho do táxi, momentos depois do motorista ter saído do carro para perceber porque que é que o polícia estava a olhar para o cimo do hotel. A curiosidade salvou o motorista ser de esmagado.

"Saí do carro uns segundos antes. Se não tivesse saído estaria morto", disse o motorista, Miguel Cajal, ouvido pela BBC News. "Estava a 10 metros do local do impacto. Fez um barulho terrível", acrescentou.

A mulher caiu numa posição sentada, no lugar do condutor. Alberto Crecenti, do Sistema de Emergência Médica, disse às agências que foi pelo facto de a mulher ter caído nessa posição que não sofreu mais lesões.

De acordo com o relato de testemunhas, citadas pela France Presse, a mulher entrou na confeitaria do hotel, localizada no último piso, pediu um café e, após deixar a carteira e os sapatos ao lado da mesa, saltou para o vazio, sem que ninguém conseguisse detê-la.

O incidente ocorreu num momento de grande trânsito de veículos e pessoas nesta região da cidade, localizada no centro de Buenos Aires.

A mulher está hospitalizada, a ser tratada a diversas lesões e a hemorragias internas, depois da queda de cerca de 100 metros do Hotel Crown Plaza, em Buenos Aires.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado