Mundo

Número de mortos do atentado no Paquistão sobe para 72

Número de mortos do atentado no Paquistão sobe para 72

As autoridades paquistanesas elevaram para 72 o número de mortos no atentado bombista suicida de domingo na cidade de Lahore, no leste do país.

Zaeem Qadri, porta-voz do Governo da província de Punjab, da qual Lahore é capital, afirmou que entre as vítimas mortais se encontram 29 crianças.

Outras 315 pessoas ficaram feridas na sequência do atentado no parque público Gulshan-i-Iqbal, indicou o mesmo responsável citado pela agência oficial chinesa Xinhua.

Zaeem Qadri indicou que foram identificadas 54 vítimas, cujos corpos foram entregues aos familiares.

O atentado, cuja autoria foi reivindicada pelo grupo talibã Jamaat ul Ahrar, foi levado a cabo por um suicida de 28 anos oriundo da cidade de Muzaffargarh, pertencente a Punjab.

O suicida entrou no parque e fez-se explodir perto da zona de jogos para crianças, pelo que a maior parte das vítimas são crianças e mulheres, explicou um responsável administrativo da cidade, Mohammad Usman, acrescentando que o balanço poderá agravar-se.

O ministro-chefe de Punjab, Shahbaz Sharif, anunciou três dias de luto devido ao atentado e que todos os edifícios governamentais da província vão colocar a bandeira nacional a meia-haste.

As forças de segurança paquistanesas detiveram 50 suspeitos de envolvimento neste atentado.

Conteúdo Patrocinado