Mundo

Polícia trava assassinato de líder mafioso

Polícia trava assassinato de líder mafioso

A polícia espanhola deteve seis elementos de um esquadrão da morte inglês que estava em Marbella para matar o líder de um grupo rival.

Em conjunto com as autoridades inglesas, a polícia espanhola conseguiu localizar a tempo seis pessoas (cinco homens e uma mulher), que tinham chegado a Espanha com uma única intenção: matar o líder de um grupo rival de Manchester, no Reino Unido.

Depois de vários confrontos armados em solo inglês, os seis elementos do grupo "A Team" estavam em duas moradias na Costa do Sol, a preparar o homicídio do líder de um grupo que se apelidava de "Anti A Team".

O líder deste grupo estava refugiado em Espanha, para se esconder dos inimigos quando a polícia inglesa se apercebeu das movimentações. Alertadas as autoridades espanholas, foi montada uma operação de vigilância para registar todos os passos do grupo de assassinos.

No final de janeiro, o líder do grupo "A-Team" esteve em Espanha para ajudar a coordenar o homicídio, que a polícia espanhola travou com o auxílio de uma brigada de operações especiais.

Numa data não revelada pelas autoridades do país vizinho, os suspeitos foram detidos na posse de uma arma pronta a disparar, várias armas brancas, luvas pretas, passa montanhas e um colete carregado de chumbo, que seria usado para o grupo se desfazer do corpo no mar.

Ao perceberem que a polícia estava a invadir a sua casa, os suspeitos partiram os telemóveis e atiraram os cartões SIM para a sanita, revela a Polícia Nacional de Espanha, em comunicado.

Conteúdo Patrocinado