Mundo

Rapaz sírio enfrenta as balas para salvar menina

Rapaz sírio enfrenta as balas para salvar menina

Um vídeo em que, alegadamente, uma criança síria aparece a salvar outra dos tiros de "snipers" está a correr o Mundo, via Youtube. Veja o vídeo.

Nas imagens, é possível ouvir os tiros, ao longe, enquanto diversos homens conversam e filmam às escondidas o pátio em frente de uma habitação destruída.

A dada altura, um pequeno rapaz aparece na imagem e os tiros recomeçam. A criança parece ser atingida por um deles e cai no chão, fingindo estar morta. Mas, segundos depois, levanta-se e corre até um carro destruído. É de lá que retira uma menina, que parecia estar escondida nos escombros. Ambos acabam por correr para fora do alcance da câmara de filmar, debaixo de fogo de "snipers".

Não é possível, para já, confirmar se as imagens foram mesmo recolhidas na Síria, mas o certo é que milhares de pessoas já viram (e partilharam) o vídeo desde segunda-feira. As cópias não se fizeram esperar: o vídeo terá sido originalmente publicado por um utilizador chamado Lawaff Law, mas as cópias que se encontram no Youtube também já angariaram centenas de milhares de visualizações.

Os comentários também são muitos e divergentes: há quem acredite nas imagens e critique "quem atira contra crianças" e quem defenda que as mesmas são falsas e não passam de propaganda para "justificar uma intervenção militar".

A autenticidade do vídeo é difícil de apurar neste momento. No entanto, esta não seria a primeira vez que as crianças são alvo de atiradores naquele país. Segundo o jornal britânico Telegraph, que cita a investigação de um grupo de Oxford, 389 crianças sírias foram mortas por snipers entre 2011 e 2013. Também as Nações Unidas já se insurgiram publicamente contra o regime sírio por "crimes contra a Humanidade", onde incluíram o uso de "snipers" contra crianças.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM