Mundo

Tempestade "Nemo" já fez sete mortos nos EUA

Tempestade "Nemo" já fez sete mortos nos EUA

A passagem da tempestade de neve "Nemo" pelo nordeste dos Estados Unidos deixou pelo menos sete mortos na região, segundo a imprensa local.

O Connecticut foi o Estado em que se registaram mais vítimas relacionadas com a tempestade, incluindo a de um homem de 53 encontrado morto soterrado por neve na cidade de Bridgeport e a de um octogenário atropelado quando limpava a neve em torno de sua casa em Prospect.

No mesmo Estado, um homem de 49 anos morreu em Shelton enquanto limpava neve na sua propriedade e um septuagenário faleceu após uma queda no gelo.

Em Poughkeepsie, no Estado de Nova Iorque, um peão de 74 anos morreu atropelado depois de uma condutora ter perdido o controlo do seu automóvel, e em Auburn (New Hampshire) um condutor morreu depois de se ter despistado contra uma árvore.

Na cidade de Boston, Estado do Massachusetts, uma das mais duramente afetadas pela tempestade, uma criança de 11 anos morreu por ingestão de dióxido carbono, depois de ter ajudado o pai a desatolar o carro.

Baptizada de "Nemo" pelo canal meteorológico Weather Channel, a tempestade que varreu a região entre sexta-feira e sábado deixou a região debaixo de um manto de neve e "às escuras", com mais de 650 mil lares e empresas sem eletricidade.

O número de "apagões" atinge os 407 mil no Massachusetts, 180 mil em Rhode Island, além de 10 mil em Long Island, próximo de Nova Iorque, e outros milhares nos Estados vizinhos.

Com ventos ciclónicos e a queda de neve a atingir os 90 centímetros de altura, segundo o Centro Nacional de Meteorologia norte-americano, os Estados do nordeste estão hoje com os transportes ainda condicionados e as zonas costeiras permanecem em alerta para inundações.

O impacto da tempestade, que deixou os Estados do nordeste em alerta, foi sentido por 40 milhões de pessoas, de Nova Jersey até ao Maine, próximo da fronteira do Canadá, onde centenas de pessoas foram evacuadas, refere o New York Times.

No nordeste, uma das situações mais problemáticas diz respeito aos carros que ficaram atolados em neve nas estradas, onde muitas pessoas precisam de tratamento para hipotermia, depois de horas ao frio.

No Massachusetts, o problema mais imediato é retirar pessoas de casas que estão sem eletricidade e aquecimento, e levá-las para abrigos, tarefa que está a mobilizar a Guarda Nacional norte-americana.

Os três aeroportos de Nova Iorque estão lentamente a retomar as operações, mas o aeroporto de Boston deverá manter-se encerrado até domingo.

Desde sexta-feira, mais de 5.000 voos foram cancelados na região.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado