Mundo

Terrorista identificado é lusodescendente

Terrorista identificado é lusodescendente

O único dos autores dos ataques de Paris identificado pela polícia até ao momento, Ismael Omar Mostefai, era filho de uma portuguesa e de um argelino, noticiou este domingo o "New York Times".

Mostefai, identificado pela polícia a partir das impressões digitais, foi um dos três atacantes que se fizeram explodir na sala de concertos Bataclan, onde morreram 89 pessoas.

Segundo o jornal norte-americano, Mostefai viveu com os pais perto de Chartres e o presidente da câmara local, Jean-Pierre Gorges, identificou-o depois de a polícia divulgar o nome.

"Viveu aqui com os pais, num bairro mesmo à saída de Chartres", disse um vizinho ao "New York Times". "Era uma família normal, como toda a gente", garante ainda o vizinho.

Ismael Mostefai era o terceiro filho num total de cinco irmãos e trabalhava numa padaria. "Brincava com os meus filhos", disse ainda este vizinho, que não se quis identificar.

Nas memórias desta pessoa que conviveu com o agora conhecido terrorista, Ismael era uma jovem normal. "Nunca falou sobre religião. Era normal. Tinha alegria de viver e ria-se muito".

A mudança aconteceu em 2010, mas ninguém percebeu o que estava a acontecer com o lusodescendente.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM