Mundo

Escrever mensagens a caminhar poderá dar prisão

Escrever mensagens a caminhar poderá dar prisão

Os vídeos de acidentes bizarros, cómicos ou mesmo graves provocados por alguém que se distraiu a escrever uma mensagem no telemóvel já se tornaram comuns, mas uma legisladora norte-americana quer acabar com o problema.

Pamela Lampitt, deputada estadual de New Jersey, nos EUA, está a promover a aprovação de uma lei que criminalize a escrita de mensagens enquanto se atravessa a rua. A pena prevista no documento vai de multa de 50 dólares (cerca de 45 euros) ou até pena de 15 dias de prisão.

"Se uma pessoa na estrada - quer esteja a andar ou conduzir - for um risco para os outros, deve haver uma lei dissuasora e que puna o comportamento de risco", disse a legisladora democrata aos meios de comunicação locais.

Segundo a CBS, desde 2010, houve um aumento de 35% do número de acidentes relacionados com peões distraídos, nos EUA.

Segundo um estudo de Corey Basch, professor de Saúde Pública, o número de pessoas distraídas na rua é alarmante, até porque muitas acabam por atravessar estradas com o sinal vermelho.

Conteúdo Patrocinado