Mundo

Polícia baleado nas costas não perdoa multa a condutor

Polícia baleado nas costas não perdoa multa a condutor

Um polícia sul-africano recebeu um louvor da corporação por, durante uma operação stop em 2015, ter sido baleado nas costas e, depois de responder ao ataque, ter continuado a multar o condutor que tinha parado.

As imagens da câmara do carro patrulha são claras ao mostrar a destreza de Nizaam Alexander. O agente da polícia da Cidade do Cabo parou um carro numa operação stop rotineira, quando um suspeito armado se aproximou pelas costas, exigindo-lhe a arma de serviço. O homem acabou por disparar e fugir, mas não sem que Nizaam o tentasse apanhar.

O agente da polícia abrigou-se atrás do carro, sacou da arma e disparou contra o agressor, que acabou por fugir. Mais tarde, já com reforços no local e ferido nas costas, Nizaam Alexander voltou às suas tarefas habituais e acabou de passar a multa ao condutor, antes de ser receber assistência médica, revelou o jornal britânico "Daily Mail".

No comunicado em que divulga as imagens do incidente ocorrido em 2015, a polícia da Cidade do Cabo lembra os perigos constantes que ameaçam os agentes nas ruas. "São os alvos de criminosos que matam para roubar a arma de fogo dos agentes".

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado