Austrália

Praia sem areia mas com um milhão de bolas de plástico

Praia sem areia mas com um milhão de bolas de plástico

Uma praia australiana é constituída por mais de um milhão de bolas de plástico, em vez de água e areia.

"The Beach" é mais do que uma praia. É uma instalação artística interativa, com 60 metros de comprimento e composta por mais de um milhão de bolas de polietileno recicláveis e antimicrobianas. Esta obra de arte foi criada pela Snarkitecture, uma oficina que alia a arte à arquitetura, e está inserida no Festival de Sydney, um evento cultural e artístico, na Austrália.

De acordo com a Snarkitecture, a praia destina-se a pessoas de todas as idades e proporciona um ambiente imersivo, porque permite ao utilizador imaginar os elementos naturais e culturais da praia e criar, assim, uma experiência inesperada e memorável.

Ben Porto, um sócio do projeto, afirmou à imprensa australiana que qualquer pessoa pode saltar, nadar ou simplesmente flutuar no mar de bolas, porque elas são como a água e provocam as mesmas sensações.

A cor é o utilizador. Qualquer um pode nadar num imenso mar monocromático de bolas brancas translúcidas, mas para isso convém tirar os sapatos e esvaziar os bolsos antes de mergulhar. A Snarkitecture só proíbe as pessoas de comer ou beber na praia.

Alex Mustonen, um dos fundadores da Snarkitecture, afirmou à imprensa australiana que o que é interessante é olhar para a arquitetura existente e criar novos e inesperados momentos.

Anteriormente, "The Beach" foi uma atração no "National Building Museum", em Washington, e no "Amalie Arena", em Tampa, na Florida, nos Estados Unidos. Contudo, a instalação ainda deve percorrer outros sítios do mundo.

O público tem partilhado alguns mergulhos, nas redes sociais.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado