Tecnologia

Pulseira dá choques a quem gastar demais

Pulseira dá choques a quem gastar demais

Uma empresa britânica inventou uma pulseira que, para evitar impulsos consumistas, dá uma descarga de 255 "volts" sempre que se faz uma compra acima do limite definido.

A Pavlok, que a empresa Inteligent Environments desenvolve, recorrendo à Internet das Coisas (IoT), pode causar choques de 255 "volts", através do contacto com a pele do utilizador. Basta que este tente fazer uma compra que ultrapasse o limite predefinido numa conta bancária.

O sistema desenvolvido pela empresa liga-se à Pavlok, que dispara automaticamente sempre que o limite é ultrapassado. Mas, segundo os seus criadores, também pode ser utilizado para prevenir outros maus hábitos, como roer unhas, fumar ou comer o que não se deve.

David Webber, CEO da Intelligent Environments, assegura, esta sexta-feira, em declarações à BBC, que a ideia não é "ser demasiado controlador", mas apenas "reagir a mudanças no bem-estar financeiro" dos utilizadores.

A pulseira pode também funcionar juntamente com medidores inteligentes (climatizadores ou termóstatos), que permitem baixar o aquecimento das casas para poupar nas contas de eletricidade, caso seja necessário.

Segundo a BBC, até quinta-feira nenhum banco havia ainda se associado a esta tecnologia, mas a empresa contrapõe e garante que já tem uma lista de bancos dispostos a colaborar com a ideia.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado