Incêndios

Há mais incêndios em Portugal do que noutros países da Europa

Portugal registou mais de um terço dos incêndios nos países da bacia do Mediterrâneo, cerca de 10 mil em 19 mil contabilizados entre 2000 e 2013, segundo um estudo divulgado esta terça-feira.

Àrea ardida na Serra do Caramulo

  |  Fernando Fontes / Global Imagens

Mário Gonzalez Pereira e Mallik Amraoui, investigadores do Centro de Investigação e de Tecnologias Ambientais e Biológicas (CITAB) da Universidade de Vila Real, colaboraram na realização de um estudo que incidiu sobre países do Mediterrâneo.

Para além de Portugal, foram analisados dados de Espanha, Itália, Grécia e França, que permitiram aos especialistas conhecer as dinâmicas dos fogos, a recorrência e qual o tipo de vegetação que mais arde.

O trabalho revelou que Portugal contabilizou "mais de um terço do número total de incêndios da Europa e um pouco menos de um terço do total de área ardida".

Segundo dados da União Europeia, no período entre 2000 e 2013, verificaram-se quase 19 mil fogos florestais nos países da Bacia do Mediterrâneo (Portugal, Espanha, França, Itália e Grécia), sendo que mais de 10 mil (53,4%) ocorreram em Portugal continental.

Em termos de área ardida, contabilizaram-se quase 3,5 milhões de hectares ardidos, dos quais 1,3 milhões (37,7%) foram em território continental.

"É um valor muito elevado que ainda é mais exacerbado se tivermos em conta a relativa pequena dimensão do país face aos outros países com que estamos aqui a comparar, nomeadamente com Espanha," afirmou, em comunicado, o investigador Mário Gonzalez.

Tendo em conta a dimensão de Portugal continental, este valor corresponde a 14,7% do território nacional.

Relacionadas