Nacional

Costa garante que já tem solução para governar o país

Costa garante que já tem solução para governar o país

O líder do PS admitiu, esta terça-feira, pela primeira vez e de forma muito clara, que já conta com "condições" para apresentar uma governação alternativa à da coligação Portugal à Frente.

António Costa pede que, perante esta realidade, não se adie por mais tempo a "incerteza" política pós-legislativas.

À saída da audiência com o presidente da República, em Belém, António Costa garantiu que assegurou a Cavaco Silva que o PS terá um "suporte maioritário e estável" na Assembleia da República.

"Julgamos estarem criadas as condições para que possa existir uma solução que beneficie de um apoio maioritário na Assembleia da República e que garanta a vontade inequívoca dos portugueses", disse Costa, após quase 50 minutos com Cavaco Silva.

"Estamos em condições para formar um Governo", disse o secretário-geral, ao revelar que as negociações com o Bloco de Esquerda e PCP, tal como o JN noticia na edição de impressa desta terça-feira, chegaram a um bom porto.

Daí que tenha frisado que o que aí vem é "uma situação bastante comum noutros países da Europa", onde partido vencedor, como a coligação Portugal à Frente, estão num patamar "claramente minoritário".

"Entendemos que é urgente o país tenha que um Governo com estabilidade", assegurou, frisando, entre outros objetivos desse Governo de Esquerda, "uma nova postura na União Europeia"

"O PS não se furta ao seu dever de contribuir para proporcionar ao pais uma solução de Governo estável e que tenha um suporte para uma legislatura", alegou, sublinhando que transmitiu a Cavaco que é importante que não se avance para uma solução à Direita, que terá um chumbo certo pela Esquerda no Parlamento.

"[É importante] não prolongar no tempo esta situação de indefinição no tempo e agravar situações de incerteza, através de soluções que antecipadamente sabemos que não tem viabilidade de não terem apoio parlamentar", aludiu.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado