Nacional

João Jardim solidário com "Geração à Rasca"

João Jardim solidário com "Geração à Rasca"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, manifestou o seu apoio à manifestação "Geração à Rasca", de 12 de Março, convocada através da rede social Facebook, por ser "contra o regime" de José Sócrates.

"Não vou a manifestações de pessoas que não sei quem são os responsáveis, mas concordo com a manifestação na medida em que é contra o regime político", disse, à margem da inauguração de uma empresa privada no Parque Industrial da Camacha, no concelho de Santa Cruz.

Alberto João Jardim reiterou ainda a necessidade da entrada do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Portugal: "Era duro, mais rápido e mais eficiente na resolução dos problemas do país".

O governante madeirense realçou que "o FMI não se agarra apenas ao défice, monta sempre uma estratégia de retoma da economia".

Confrontado sobre as razões da resistência à entrada desta instituição financeira em Portugal, atirou: "Se calhar há coisas que eles [Governo] não querem que o FMI descubra".

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado